AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores, através do email: atendimento@spautores.ptatendimento@spautores.pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

A Chuva e o Frio

Imagem: Internet


A chuva hoje cai de mansinho
Quase nem faz barulhinho
Não nos quer incomodar
O frio veio à boleia
Deixando a casa cheia
De ar fresco de arrepiar

Ao meio do dia
Cansada da companhia
A chuva foi embora
O frio que estava a pé
Aproveitou a maré
E saiu porta fora.

                                                                     


terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Não leves o meu Amor

Imagem: Internet


Se chegarmos a dizer adeus
Vou pedir a Deus
Que me venha amparar
Se já não quiseres dividir a dois
O que seria o nosso depois
Vou deixar a tristeza me levar

Se levares o meu amor contigo
Vou viver em constante perigo
Nem vou saber levar a vida
Promete que demoras um bocadinho
Que me deixas só um pouquinho
Para eu não me sentir perdida

Vais soltar assim no mundo
Um sentimento tão profundo
Por pura inquietação?
Tem cuidado com o que queres
E a quem os golpes desferes
Não queiras viver em contra-mão.

                                                                       


sábado, 7 de janeiro de 2017

Não saem as palavras

Imagem: Internet

De caneta firme na mão
E folhas de papel em branco
Escrevo agora sem noção
Como o caminhar de um manco

Com o pensamento em bloqueio
E as palavras que saem turvadas
Sinto-me como o amigo do alheio
Que vive de coisas roubadas

A escrita não sai como combinado
Nem as letras querem colaborar
Tenho que dar o dia por terminado
Talvez amanhã já consiga palavrear.