AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores..pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

À memória da D. Mira (como carinhosamente era chamada)


Mulher de armas, sem barreiras
Mãe, esposa, lutadora
Amiga das que não conhece fronteiras
Dos que ama, protectora.
 
O tempo vai insistir em passar
Mesmo sabendo que já não estás ao nosso lado
Mas um dia havemos de te encontrar
A sorrir, no teu descanso desejado.
 
O teu legado já deixou seguidores
Orgulhosos da sua mentora
Só é bom, quem do bem tem mentores
Te louvamos, grande Senhora!

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

TU ÉS A LUZ


À luz da vela
Iluminando a minha alma
Sinto-me como uma caravela
Que avança na maresia calma.


Não estou só, nem desabrigada
Porque a fé é o meu abrigo
A noite pode estar de chegada
Mas a minha vida não corre perigo.


Assim caminho sem contratempos
De mãos dadas com o meu Salvador
Meus passos guardam todos os momentos
O destino pertence a Nosso Senhor.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...