AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores..pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

terça-feira, 31 de dezembro de 2013

FELIZ ANO NOVO!!!


Mais um ano a terminar
Mais um ciclo que sai de cena
Resta agora ponderar
Se tudo valeu a pena

Para o novo ano que começa
Os desejos são sempre iguais
Saúde, paz e felicidade
Porque o resto são coisas banais

Os planos que traçarmos
Seja a meio ou no início
Nunca se concretizam
Sem um pouco de sacrifício

Que entremos no nosso melhor
Seja por que pé for
Que os desejos se tornem reais
Sempre à pala com o amor.

Autoria: Isabel Mendes


terça-feira, 24 de dezembro de 2013

NATAL


Natal é fazer alguém sorrir
Como a neve, que ao cair
Provoca o sorriso de uma criança
Natal é o aconchego da lareira
São as conversas e as brincadeiras
É o despertar de uma nova esperança.

Natal é o frio de madrugada
Que traz o Sol como camarada
Para nos iluminar mais um dia de incerteza
Natal é a família em harmonia
Que preserva o valor da alegria
E se junta ao redor da mesa.

Natal é o abraço apertado
Que, sem ser pedido, é dado
E aquece até o mais frio coração
Natal é amar sem contrapartida
É perdoar, porque é o ciclo da vida
Natal é saber repartir o pão.

Autoria: Isabel Mendes

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Não tivemos futuro

(imagem retirada da internet)


Fizemos juntos um caminho
Mas o meu coração sempre caminhou sozinho
O nosso compasso não batia certo
E o futuro a dois nunca esteve perto.

As lembranças dos momentos felizes
Vão ficar guardadas na estante da vida
E nós como dois aprendizes
Vamos aprender como sarar a ferida

O que antes nos manteve unidos
Já se juntou ao clube do passado
O caminho agora fazemo-lo sozinhos
Mas o compasso tornou-se mais pesado.

Autoria: Isabel Mendes

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

As Crianças

(imagem retirada da internet)



Quando somos pequenos
Sonhamos em grande
E aprendemos a lutar
Ser criança é pensar com o coração
Perder-se num jogo do pião
E com todas as forças acreditar.

De bola nos pés e sorriso rasgado
O jogo começa, sem aviso ou recado
A felicidade é assim, tão simples de se ter
Quem não vê maldade é feliz a valer!


Autoria: Isabel Mendes

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

8 de Dezembro - Nossa Senhora da Conceição!




Nossa Senhora da Conceição
Mãe do Salvador da humanidade
Te oferecemos o nosso coração
Recebe-o como prova de humildade

Protege, guia e zela
O reino que a Ti foi confiado
Ameniza os caminhos mais sinuosos
E cobre com Teu manto o mais desamparado

Virgem Imaculada sem mancha
Teu dia é Festa Universal
Rainha de um povo que te venera
Te louvamos Padroeira de Portugal

Mãe de uma nação que Te pertence,
És a esperança de quem se sente fraquejar.
Senhora de um povo que sabe o que sente,
Quando na fé Tu nos fazes acreditar.

Rainha de olhar sereno, 
Rosto pequeno
E manto protector.
Virgem Imaculada,
Padroeira Sagrada
A Tua nação te canta louvor.

Nossa Senhora da Conceição
Contigo caminhamos neste fado
Santa Mãe, Tu és a salvação
Obrigado por sermos o Teu legado.

Autoria: Isabel Mendes



quarta-feira, 27 de novembro de 2013

FOSTE TU SENHOR !

(imagem retirada da internet)

O Sol que me ilumina os dias
Foste Tu Senhor
As noites que não chegam a ser frias
Foste Tu Senhor
O lar que deixo e ao qual regresso
Foste Tu Senhor
Os sorrisos que me dão e que não peço
Foste Tu Senhor
A Família que me ama incondicionalmente
Foste Tu Senhor
Poder ter escolhas e ser diferente
Foste Tu Senhor
O alimento que me sustenta a alma
Foste tu Senhor
A água que me refresca e acalma
Foste Tu Senhor
A estrada que percorro sem nunca estar perdida
Foste Tu Senhor
A vida que me foi dada sem contrapartida
Foste Tu Senhor.

Autoria: Isabel Mendes

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

PERDOA SENHOR

(imagem retirada da internet)

Perdoa Senhor a ingratidão
O queixume sem razão
Por não agradecer tudo o que me dás
Perdoa os meus dias mais cinzentos
Por não Te bendizer em todos os momentos
Uma vez que foi Contigo que encontrei a Paz.

Perdoa Senhor quando dou por garantido
O valor da família, da saúde, do meu respirar
Perdoa Senhor minha ociosidade sem sentido
Perdoa-me para me poder perdoar.

Perdoa Senhor quando não sei sorrir
Perante a Tua enorme benevolência
Obrigado Senhor por me poderes ouvir
Obrigado por me criares da Tua descendência.

Autoria: Isabel Maria Tavares Mendes

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Parabéns Mana!

(Lucília Mendes)


Juntas

Conheceste primeiro o mundo
E chamaste-me logo a seguir
E lá fomos prego a fundo
Em descoberta da vida que estava para vir

O teu sorriso calmo e ternurento
Não combinava com o meu choro insistente
E tu lá acalmavas cada momento
Transformando-o num bonito presente

As páginas da nossa história
Foi juntas que as conseguimos escrever
Cada derrota ou cada vitória
Será juntas que as iremos conhecer.

by Isabel Mendes

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

NÃO DEU CERTO

(imagem retirada da internet)

Um dia disseste-me que eu era o teu sal
A tua musa, o teu caminho
Disseste que a solidão não fazia sentido
Porque com o meu amor, nunca te sentias sozinho.

Chegaste a pintar-me numa tela.
A dizer-me como era bela
A calmaria no meu olhar.
A nossa conversa fluía naturalmente
O riso estava sempre presente
Mas o coração parecia querer outro lugar.

O mapa pelo qual nos quisemos reger
Acabou por ficar elegível
O amor acabou por não vencer

E o sonho, para já, não foi possível.


AUTORIA: Isabel Maria T. Mendes

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Leitura: "Quando o cuco chama"

Olá!

Hoje postamos um "tema" diferente do habitual.
Queremos partilhar convosco o livro que começámos a ler, "Quando o cuco chama". 
Não tem nada a ver com poesia, mas para quem, como nós, gosta de um bom policial, vai deliciar-se com esta história.
A autora já é conhecida de todos, pelo sucessos de "Harry Potter", J.K.Rowling, mas neste livro está a escrever com o pseudónimo Robert Galbraith.
Se tiverem hipótese leiam também a anterior obra desta autora, um romance intitulado "Uma morte súbita".
Nós adquirimos na loja online da Editorial Presença, AQUI. Aproveitem o desconto.

Boas Leituras!




segunda-feira, 21 de outubro de 2013

ENSINASTE-ME (repost)

(imagem retirada da internet)

Ensinaste-me que falar o bem é rezar
E que amar a todos é um dever
Ensinaste-me que não importa o lugar
Porque amar a Deus é um modo de viver

Aprendi Contigo que a vida se faz diariamente
E que o Sol nem sempre é quente
Aprendi Contigo que não importa quando o dia termina
Porque o breu da noite também ilumina

Grata fico pelo tempo que me dedicas
E por me perdoares o pouco tempo que Te dou
Obrigado porque sei que sempre ficas
Obrigado por me aceitares como sou.


Autoria: Isabel Maria Tavares Mendes

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Qual Guerra?

(imagem retirada da internet)

Parti p’ra guerra desarmada
Sem coragem, medo,
Desamparada!
Roubei as armas do passado
Das batalhas de ninguém
E enfrentei o desagrado
Da acidez que a vida tem.

Lutei por nada sem sentido
E por tudo sem saber
Gritei e sofri pelo perigo
Da vitória que não queria ter.

Esgotaram-se as forças e os ideais
De uma guerra de heróis baratos
E quando os mártires já não o são mais
Apela-se até ao mais comum dos fracos.

Porquê ter que lutar p’ra ser herói
Se até a escuridão já nos corrói
Basta aprender a ver em cada dia
A luta que travamos com sabedoria.

Autoria: Isabel Maria T. Mendes

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Faltam-me as palavras


(imagem retirada da internet)

Faltam-me as palavras
Não sei o que dizer
Penso em ti cá dentro
Sinto-me a perder

Chamo-te no silêncio
Tua ausência é uma tortura
Ouvir tua voz é meu abrigo
Teu beijo uma loucura

Tens nos olhos o poder
De minha vida enfeitiçar
Quero da tua boca beber
Para um só coração ficar

Concede-me meu único desejo
Nem que seja pelo que já nos uniu
Oferece-me tua alma num só beijo
E a quem perguntar diz que fugiu.

Autoria: Isabel Maria T. Mendes

terça-feira, 24 de setembro de 2013

PURA INTUIÇÃO

(imagem retirada da internet)

Cada caminho que percorro
Uma dúvida e fico sem noção
Normalmente não erro o destino
Talvez por pura intuição.

Nunca tive atitude assertiva
Vario sempre no sim e no não
Por sorte não fico sem resposta
Talvez por pura intuição.

Aguentar cá dentro o que sinto?
Ou rebentar de exaustão?
Ainda continuo inteira
Talvez por pura intuição.

Cumprir as responsabilidades
Cedendo à diversão
Tenho a vida nos eixos
Talvez por pura intuição.

Autoria: Isabel Maria T. Mendes 

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

REZO



Rezo por aqueles que pecam
Rezo por aqueles que lutam contra a maré
Rezo por aqueles que não sabem
Rezo por aqueles  que não têm fé.

Rezo por quem não conheço
Mas que são meus irmãos para a eternidade
Rezo por todos os que conheço
Para que caminhem na trilha da cura e da bondade.

Rezo por mim, que nem sempre acredito
Rezo pelo perdão e arrependimento
Rezo pela família que é o meu abrigo

Rezo por um mundo consciente do sofrimento.

Autoria: Isabel Mendes

segunda-feira, 8 de julho de 2013

Cidade Deserta

(imagem retirada da internet)


Gostava de morar numa cidade deserta
E encontrar a morada certa
Para acomodar a minha dor
E quando já ninguém me achasse
E o coração já não enxergasse
Poderia matar este amor

Se quisesse sair à rua
Esperaria pela chegada da lua
E pedia-lhe para me acompanhar
E no meu passeio tardio
Por cada recanto vazio
Esqueceria quem me ensinou a amar

Passaria os dias à janela
A contemplar como era bela
A minha tão vazia cidade
O silêncio é um bem maior
Saber escutá-lo é ainda melhor
Para quem já alegou insanidade

Acabaria por chegar a altura
Em que a partida seria crucial
A dor é forte mas não dura
E o regresso seria a minha cura medicinal.

quarta-feira, 26 de junho de 2013

QUAL O SENTIDO AFINAL?

(imagem retirada da internet)

Nasci sem rumo, sem meta
Sem vocação
Sigo o caminho mais fácil
Por vezes em contra-mão.

Corro o deserto da vida
Sem sede nem calor
Crio minhas próprias miragens
Sem medo nem pudor.

Chego atrasado ao destino
Chegar a horas p’ra quê?
É como voar perdido
Um jornal que ninguém lê.

Minha vida não faz sentido
Se é para o ter, há solução
Agarro a seta do Cupido
E mudo o destino do meu coração.

segunda-feira, 17 de junho de 2013

Linhas de Amor

(imagem retirada da internet)

Em cima da mesa
Uma folha de papel
Vou-te escrever uma carta
Tão doce quanto mel.

Faltam-me as palavras
Para te poder explicar
Tudo o que me vai na alma
Quero dizer sem falar.

Começo com “Meu amor…”
Depois “és tudo para mim…”
Continuo a derreter-me
O pior vai ser no fim.

“Beijos amor sou só tua
És o meu sol, minha paixão
Manda-me resposta pela lua
Não faças esperar meu coração”.

sexta-feira, 31 de maio de 2013

01 Junho - Dia Mundial da Criança


Ser criança é ser sorriso
é dar gargalhadas, ter pouco siso.
Ser criança é não deixar de sonhar
viver o momento e sempre acreditar.
Ser criança é saber cair
magoar os joelhos, mas sempre a sorrir.
Ser criança é jogar ao berlinde
marcar mais pontos, antes que o jogo finde.
Ser criança é brincar ao herói e ao bandido
não importa quem ganha, não é tempo perdido.
Ser criança é cantar uma canção,
é andar de bicicleta, por vezes em contra-mão,
Ser criança é um arco-íris pintar
misturando as cores, inventar!
Ser criança é ser o Sol,
ser feliz, ter esperança
por isso dai-nos um sonho
e deixai-nos ser criança!
-----------------------------------------------------------
Com um pacote de berlindes
E uma fisga sempre na mão
Criança é este ser de simplicidade
Que a brincar alegra o seu coração

Desejam que o Sol regresse de manhã
Porque os jogos não se começam sozinhos
Crianças são as gotas de orvalho
Que refrescam os dias aos pouquinhos

Criança, sorriso, meiguice
Mundo de encantar tão desejado
Criança, pequena promessa
De um sonho que dorme encantado.
-----------------------------------------------------------
Joelhos esfolados
olhos esbugalhados
um sonho no olhar
um único desejo de brincar
luzinhas cintilantes
no mundo de faz de conta
porque para a brincadeira
têm sempre a alma pronta
vivem para o sorriso
porque o que é preciso
é saber acreditar
que diariamente é preciso sonhar
criança é ser esperança
de um futuro risonho
é dar e receber amor
criança é o fruto do sonho.


quarta-feira, 29 de maio de 2013

Santa Maria da Balboa

Imagem da Santa Maria da Balboa, que se situa em Arrancada do Vouga, Águeda


De uma pequena capelinha
Fizeste a tua morada
A ti peço minha santinha
Que nunca me deixes desamparada.

A Ti rogo, imploro e agradeço
Pelos momentos de fraqueza
O amor vindo de Ti não tem preço
E como é pura a tua beleza.

Quando me sinto à deriva
É a Tua porta que vou bater
E ao Deixares-me entrar em tua morada
Volta o sorriso, a paz e a vontade de viver.

quarta-feira, 22 de maio de 2013

22 Maio - Dia de Santa Rita de Cássia

(imagem retirada da internet)

“Advogada das coisas impossíveis”
Assim Te chamam pois devem saber
Que és a nossa fé, a nossa luz no escuro
Talvez a nossa força para viver.

Com Teu olhar sereno
Nos atendes nas horas de aflição
Nos momentos de dor e de angústia
Trazendo paz para o nosso coração.

Levas em Teus braços
Junto a rosas de amor
O filho de Deus na cruz
Que por nós sofreu com tanta dor.

Espero que nunca nos deixes de atender
Nos momentos em que a fé nos quer faltar
Olha por nós com carinho
Pois para sempre Te vamos amar.

sexta-feira, 17 de maio de 2013

Nossa Senhora (Maio, mês de Maria)

(imagem retirada da internet)

Com o coração posto em Ti
E os olhos postos no Céu
Te agradeço Nossa Senhora
Por cuidares de tudo o que é meu

Com as mãos junto ao peito
E com a alma na voz
Te agradeço Nossa Senhora
Por nunca nos deixares sós

Te agradeço Nossa Senhora
Por todas as noites que chegam ao fim
Porque no primeiro raio de Sol
Já sei que Estás a cuidar de mim

Obrigado pela paciência
E por me guiares no caminho
Perdoa pelas vezes que Te chamo
Mas o fardo não fica leve sozinho

Minha Nossa Senhora, minha Mãe
Senhora daqueles que andam à deriva
Peço-Te que sempre tenhas uma mão
Para estender a quem se vê sem saída

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Nossa Senhora de Fátima - 13 de Maio

(imagem retirada da internet)

A Ti pedimos com fé e fervor
Que nos atendas nas aflições
A Ti pedimos com todo o amor
Que tragas paz para os nossos corações

Muito obrigado pelas noites calmas
E pelos dias que já lá vão
A Ti entregamos nossas almas
Que levam junto o nosso coração

Estás sempre disponível para ouvir
Não importa o dia nem a hora
Atendes sempre a quem Te pedir
A todos pelo mundo fora

Nossa Senhora de Fátima
Senhora de todos nós
És a Rainha do povo
És a alma da nossa voz.

quarta-feira, 8 de maio de 2013

Nossa Senhora (Maio, mês de Maria)


(imagem retirada da internet)

Mãe, amiga, auxiliadora,
És porto de abrigo, Nossa Senhora.
Que o Teu manto sempre consiga cobrir,
Quem pela tristeza resolveu desistir.
Por Ti movemos multidões,
A Ti oferecemos os nossos corações.
Sabes que a Ti sempre iremos recorrer,
Quando na escuridão não conseguirmos ver.
Obrigada por teres sempre o Teu olhar
Na direcção dos nossos olhos que teimam em chorar.
Te agradecemos pelas noites de vigia,
Onde foste o amparo para quem sofria.
Nossa Senhora rogai por nós,
Te aclamamos numa só voz.
Obrigada por sempre nos estenderes a mão
E nos levares contigo na melhor direcção.

sexta-feira, 3 de maio de 2013

Dia da Mãe



Carrega uma vida no ventre
Abdica de tudo o que tem
Tristeza admite que não sente
Quem a conhece, chama-a de Mãe

O dia nunca termina
Para a defensora do bem
Combater o mal é a sua sina
Na guerra usa o apelido de Mãe

Segura no colo com todo o carinho
O pequeno rebento que há-de ser alguém
Ajuda a traçar o caminho
Porque o melhor guia dá pelo nome de Mãe

Atravessa qualquer estrada
Em busca do filho que não tem ninguém
A luta trava-a desarmada
Porque sofrer é a vida de Mãe.


(Desejamos a todas as Mães um dia muito feliz)

quinta-feira, 2 de maio de 2013

Maio, mês de MARIA

(imagem retirada da internet)


Abençoado seja o Teu nome
Maria, Mãe de Cristo
Tuas graças nos saciam a fome
És cristalina como a pedra de xisto

Eterna Mãe do Filho de Deus
Protectora dos que te foram confiados
Maria, nossos louvores são Teus
És a missão dos que foram baptizados

Maria, és a mais bela flor
És a Santa Imaculada
Maria, somos fruto do teu amor
Rainha de uma nação a Ti dedicada




(vamos dedicar este mês a Maria, postando poemas a Ela dedicados)

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Habituei-me a ti

(imagem retirada da internet)

Habituei-me ao teu toque
Ao teu beijo, ao teu falar
Pede-me um só desejo
E é só teu o meu olhar.

Habituei-me ao teu sorriso
Ao teu ser, à tua essência
Morro por ti, se for preciso
Minha vida, minha demência.

Habituei-me a partilhar
Cada momento contigo
E nesta escola do “saber amar”
O “eu” não existe, é um perigo.

Habituei-me ao teu silêncio
Aos teus olhos, que tortura!
Tenho medo que se te perder
Inconsciente me entregue à loucura.

segunda-feira, 8 de abril de 2013

NOSSA SENHORA DO ALÍVIO

(imagem retirada da internet)


Nossa Senhora do Alívio
Auxiliadora nos momentos de aflição
Nossas promessas para Contigo são poucas
Obrigado por acalmares o nosso coração.

O Teu Santuário é local de devoção
É casa dos peregrinos em busca da fé
Guia sempre a nossa direcção
A Teu lado o caminho faz-se bem a pé.

Que sempre possas aliviar
Quem a Ti recorre desamparado
Nossa Senhora, graças Te vamos dar
Hoje e sempre em prol do Teu legado.

terça-feira, 2 de abril de 2013

RUMO AO FUTURO

(imagem retirada da intenet)

O Sol quando aparece
Não é sinal de um dia cinzento
Quem ama nunca esquece
E um sorriso é o melhor sentimento.

Apesar das pedras na estrada
O caminho pode fazer-se normalmente
O sonhos conhecem a nossa morada
E sabem quem sonha com um mundo diferente.

Ter vontade e força de acreditar
Ajudam o Sol a não se esconder
Os teus pés conhecem o caminhar
O teu destino só teu pode ser!

quinta-feira, 28 de março de 2013

FELIZ PÁSCOA

(imagem retirada da internet)

Cristo Ressuscitou
Hoje é a Festa das Festas
Da humilhação triunfou
E revelou as Suas Páscoas diversas.

Hoje começa uma nova criação
Surgindo o “Homem Novo”
A vida nova anima o Cristão
Pelo nascimento do novo Povo.

As misérias e os sofrimentos da humanidade
Não conseguem combater o destino maravilhoso
Cristo Ressuscitou, é uma realidade
Cristo Ressuscitou, é nosso Deus Glorioso.



(Desejamos a todos que visitam o nosso cantinho, uma Santa Páscoa.)

segunda-feira, 25 de março de 2013

Idosos (Outono da vida)

(imagem retirada da internet)


Chegaram ao inverno da vida
Onde o Sol tem um calor diferente
É altura de saborear melhor os dias
E deixar os sonhos serem o vosso presente.

O tempo traz sabedoria
Deixando para trás as dificuldades
As rugas também nascem da alegria
Como o arco-íris nasce das tempestades.

A idade é um posto
Que permite certas regalias
Quem melhor para dar conselhos
Que aquele que faz dos anos mais-valias

Autoria: Isabel Maria T.Mendes (Isamar)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...